• Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • White LinkedIn Icon

©  2 0 1 9   L A L A

O QUE FAZEMOS?

A LALA procura transformar o panorama educacional na América Latina por meio de três pilares que são a base de nossas quatro iniciativas. Todas essas iniciativas estão inter-relacionadas para ampliar nosso impacto. Nossos princípios fundadores são a base para o que fazemos.

nossos pilares e iniciativas

identificar e DESENVOLVER uma nova geração de LÍDERES

 

 

Nossa principal iniciativa, a LALA (a academia), é um programa de liderança holística de 18 meses destinado ao desenvolvimento de jovens (pós ensino médio e pré-universitário) e o fortalecimento de suas conexões com suas comunidades.

Os BOOTCAMPS locais, programas imersivos de 5 a 7 dias realizados em toda a America Latina, servem para identificar jovens de alto potencial e começar a desenvolver esses líderes

 

criar um ecossistema de agentes de mudança

 

 

Nosso objetivo é criar uma rede de agentes de mudança (ECOSSISTEMA), conectando líderes alinhados aos nossos valores e propósito por meio de hubs locais e acelerando o desenvolvimento de ex-alunos da LALA por meio de mentoria, oportunidades de trabalho e financiamento.

 

influenciar as práticas de educação através do know-how

 

 

A LALA servirá como um funil e laboratório para as principais práticas educacionais do mundo, com o objetivo final de melhorar a educação na América Latina (EDULAB)

Nossas iniciativas estão todas inter-relacionadas para ampliar o impacto

  • O EduLab oferece aos parceiros globais um campo de testes e dados sobre as melhores práticas educacionais

  • Parceiros globais, por sua vez, são a base do currículo do EduLab

LALA

BOOTCAMPS

ECOSSISTEMA

EDULAB

  • Participantes da Academia e dos bootcamps tornam-se parte do ecossistema, adicionando talentos

  • O ecossistema, por sua vez, é uma fonte para mentores, doadores, patrocinadores, investidores e know-how, alimentando a LALA e os bootcamps.

  • A LALA e os bootcamps servem como uma plataforma para desenvolvimento, teste e iteração de metodologias educacionais, que é a base para o EduLab

  • Bootcamps alimentam talentos para a LALA (através de indicações)

  • A LALA, por sua vez, influencia o currículo dos bootcamps por meio de metodologias e conteúdos inovadores

Nossos PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS

O PODER DA JUVENTUDE

Muitos grandes líderes começam a “mudar o mundo” ainda jovens - quando acreditam que o mundo inteiro está aberto para eles e estão livres para perseguir seus grandes sonhos. Nelson Mandela tinha apenas 26 anos quando ele e Walter Sisulu fundaram a Liga da Juventude do ANC. Bill Gates estabeleceu a Microsoft aos 19 anos, e Steve Jobs lançou a Apple aos 21 anos. Precisamos investir nos líderes da América Latina quando eles são jovens e sonhar e dar a eles a confiança de que precisam para levar suas ideias para o mundo.

O PODER DE UM

A história tem visto inúmeros exemplos do poder de líderes individuais para catalisar as ações de grandes grupos de pessoas e desencadear mudanças positivas maciças na sociedade. Na África do Sul, Nelson Mandela e Desmond Tutu lideraram uma transição pacífica da opressão para a democracia. Bill Gates e Steve Jobs transformaram a economia global com suas inovações em computação, e Linda Rottenberg criou uma comunidade global de empreendedores por meio da Endeavor.

COOPERAÇÃO PAN-LATINO-AMERICANA

Acreditamos que uma abordagem pan-latino-americana é necessária para catalisar o crescimento e o desenvolvimento no continente. Os líderes latino-americanos devem entender e colaborar com seus pares em todo o continente para remover barreiras ao comércio, acabar com o conflito, proteger o meio ambiente e estimular mudanças positivas generalizadas.

EMPREENDEDORISMO como base para o crescimento

A América Latina precisa de líderes empreendedores em todos os setores que irão se libertar das restrições das instituições existentes para mudar o paradigma e criar valor no continente. A maioria dos empreendedores na América Latina hoje é empreendedor de “subsistência”, com pequenas empresas e escassos rendimentos que lhes permitem sustentar apenas suas famílias. Para quebrar o ciclo da pobreza e gerar um crescimento significativo, no entanto, a América Latina precisa de empreendedores de grande escala.

abordando a causa raiz

Para criar mudanças duradouras na América Latina, é necessário fazer investimentos que tratem as causas, e não apenas os sintomas, do subdesenvolvimento. Acreditamos que um suprimento insuficiente de liderança de alta qualidade baseada em princípios e orientada por objetivos em todos os setores é a causa de muitos dos problemas da América Latina. Precisamos de líderes fortes em toda a sociedade, nas esferas da política, negócios, saúde, educação, meio ambiente e além, para criar mudanças positivas e gerar prosperidade compartilhada e duradoura.